Compor orçamento, calcular preço de venda e prazo de entrega. Dicas para quem está pensando em montar uma marcenaria

Dando continuidade a nossa matéria com dicas para quem está pensando em abrir uma marcenaria, seguem mais sugestões que irão contribuir para o bom andamento de sua empresa, tais como:

Como fazer um orçamento correto: composição de preço

  • Visite o cliente para saber exatamente o que ele deseja, e para conhecer o local de instalação ou entrega do móvel;
  • Anote os detalhes que podem significar custos extras como: necessidade de grua para subir o móvel até o local de instalação, estacionamento a ser pago no local, se o cliente tem preferência para um material mais caro, entre outros;
  • Embora seja uma prática comum, não use a técnica de multiplicar por três o valor dos painéis;
  • Faça o levantamento do material necessário, da quantidade de mão de obra (você irá trabalhar sozinho ou precisará contratar outras pessoas?), do gasto com material (serras, colas, lixas etc) enfim, dos serviços de terceiros (frete, montador, outros);
  • Use uma planilha eletrônica especificando cada item separadamente. Além de ajudá-lo a lembrar de tudo, seu cliente poderá avaliar quanto custa cada item e trocar materiais caso necessário;
  • Coloque sua margem de lucro embutida no preço da sua mão de obra;
  • Escreva de maneira direta as condições de pagamento do serviço e pagamento ou compra dos materiais (se o cliente quiser comprar diretamente os materiais, ofereça-se para acompanhá-lo);
  • Explique que os preços dos materiais podem sofrer mudanças e que variações no orçamento serão comunicadas ao cliente antes da compra de qualquer item;
  • Mande o orçamento por e-mail e, se possível, entregue uma cópia física ao cliente, pedindo a sua assinatura em caso de aceite.

O projeto ideal

  • O primeiro passo para impressionar o cliente é fazer uma boa apresentação do seu projeto. Desta forma, se você conseguir transmitir bem suas ideias, mais probabilidade de conquistar o trabalho;
  • Se possível, contrate um projetista profissional para a sua equipe;
  • Use ferramentas eletrônicas para projetar móveis e ambientes;
  • Se você não tem esses recursos, terceirize o serviço para autônomos que trabalham por empreitada;
  • Entregue ao cliente a imagem do projeto finalizado;
  • Se um projeto digital não é possível, faça um esboço da melhor maneira possível e mostre ao seu cliente;
  • Apresente-o utilizando os mostruários que você possui para que ele possa visualizar o projeto finalizado.

Como calcular o prazo de entrega de um projeto

O seu projeto pode ser dividido em cinco fases:

  1. Compra e recebimento do material
  2. Trabalho na oficina
  3. Preparação do ambiente onde será montado o móvel
  4. Montagem do material
  5. Limpeza do local

Para definir o tempo:

  • Calcule quanto tempo você leva para cada tarefa;
  • Veja quais tarefas podem ser feitas ao mesmo tempo (por exemplo: corte de materiais e preparação do ambiente na casa do cliente);
  • Some os tempos e acrescente 50% para imprevistos, como ausência de funcionários, falha na entrega do material, entre outros;
  • Avise o cliente antecipadamente caso seja necessário atrasar a entrega;
  • Se seu cliente residir em um condomínio, informe-se sobre as regras deste local.

Vale reforçar: Não assuma novos compromissos se não puder concluir no prazo os trabalhos contratados.

Visitando o cliente: Dicas para uma primeira boa impressão

  • Chegue na casa do cliente bem vestido, com roupas limpas e o corpo asseado, em suma, como se você estivesse em uma entrevista de emprego;
  • Leve todos os materiais necessários para tirar as medidas que você considera importantes para executar seu trabalho, um caderno ou uma prancheta para anotar detalhes, uma máquina fotográfica para fotografar o ambiente onde você trabalhará (peça permissão para tirar fotos), trena e caneta;
  • Leve fotos/imagens de ambientes ou móveis de sua autoria para mostrar ao cliente. Isso facilitará suas escolhas;
  • Não tenha medo de fazer perguntas para obter todas as informações necessárias à execução do projeto;
  • Explique ao cliente as condições de pagamento que você oferece;
  • Combine como o cliente deseja receber o orçamento e em quantos dias você o enviará;
  • Evite sair de uma obra e visitar um potencial cliente, para não se apresentar sujo e suado;
  • Por fim, agradeça o tempo do seu cliente em potencial.

Divulgar o trabalho para conquistar novos clientes

Propaganda é a alma do negócio, mas como marcenaria é um trabalho artesanal, há outras formas de divulgá-la.

Seu trabalho é sua principal propaganda. Quem procura um profissional de marcenaria normalmente pergunta aos amigos se eles têm indicações. Faça seu trabalho com cuidado, e o boca a boca será um sucesso.

Divulgue seu trabalho junto a escritórios de arquitetura ou de design de interiores, para que estes profissionais também o indiquem como profissional de confiança para a realização dos seus projetos.

Se possível, mantenha sua oficina aberta para visita de clientes.

Em épocas de mídias sociais tenha uma página no Facebook e no Instagram para divulgar seus trabalhos, mas nunca revele nomes ou endereços de clientes.

Acesse aqui a primeira parte desta matéria: Vai abrir uma marcenaria? Pontos que devem ser avaliados para chegar ao sucesso

Fonte: Guia de Bolso Marceneiro Arauco

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.