Como fabricar móveis ergonômicos?

Ergonomia: uma necessidade atual para móveis de escritórios e home office

A importância da ergonomia!

Nesta matéria, vamos abordar uma questão muito importante quando o assunto é saúde e bem estar: a ergonomia.

Antes de mais nada, vamos analisar. Será que os móveis ocupados pela maioria dos consumidores foram confeccionados adequadamente para garantir seu bem estar e sua saúde física?

Todas as empresas que seguem normas e especificações, e se preocupam com o bem estar de seus funcionários, de fato estão atentas com a questão da ergonomia.

É ai que entra o conhecimento e a habilidade do marceneiro.

Primeiramente, devemos estar sempre atentos para ângulos e medidas das peças,  garantindo a conformidade e uniformidade entre elas.

Um móvel ideal fornece para seu usuário ajuste e adaptação, ou seja, conforto.

Móveis ergonômicos aumentam a produtividade dos funcionários. 

Primeiramente, devemos ter em mente que a postura ideal contempla:

  • Pés apoiados no chão;
  • Joelhos a cerca de 90 graus (sem pressão contra a parte de trás da perna);
  • Parte inferior das costas apoiada e levemente inclinada para trás;
  • Ombros eretos;
  • Cabeça centrada sobre os ombros;
  • Cotovelos em 90 graus e os punhos retos.

Por outro lado, é necessário mudar frequentemente de posição ao longo do dia.

Em síntese, o mobiliário deve ser regulável para permitir essa mudança de postura.

Como projetar um móvel ergonomicamente correto?

Antes de mais nada, devemos levar em conta os seguintes aspectos: 

  • Altura e peso do usuário;
  • Se há algum tipo de necessidade especial;
  • Altura do móvel;
  • Nível da curvatura do encosto;
  • Altura dos braços;
  • Altura e localização de gaveteiros
  • Angulações múltiplas
  • Adaptação
  • Circulação do ambiente

A ABNT NBR (Normas Brasileiras aprovadas pela associação brasileira de normas técnica) possui vasto acervo focado no bem-estar do ser humano, acho interessante todos os marceneiros conhecerem tais normas.

Lembre-se, cada cliente é um cliente, ou seja, é único, é personalizado! E cada um possui suas próprias medidas de altura, peso, estrutura física, necessidades especiais etc.

As estruturas devem ser inteligentes! 

Mesas:

A mesa é um dos móveis mais importantes no escritório, lugar onde os profissionais passam em média 6 a 8 horas.

A altura da mesa varia de 70cm (pessoas com estatura baixa) a 115cm (pessoas com estatura alta).

Cadeiras:

A cadeira irá garantir a adaptação correta para todas as alturas.

Imprescindível que as cadeiras possuam sistema de adaptação do encosto, dos braços e do assento podendo ser reguladas para variadas alturas. O ideal é que elas tenham como acessório o apoio para os pés, principalmente para as pessoas mais baixas.

Pensando na circulação:

Um projeto bem estruturado, é desenvolvido para que a circulação de pessoas no ambiente seja livre.

É necessário pensar na forma como os profissionais circulam no local, de modo que, se acomodem e sintam -se confortáveis.

O fator ergonômico em móveis é tão importante que é regulamentado por lei

Para que o marceneiro crie móveis ergonomicamente corretos, é necessário estar atento para as normas ABNT NBR e as NR’s (Normas regulamentadoras).

As NBR’s existem para fornecer características, orientações, regras etc., referente a produtos.

Seguem algumas que estudei para construção de móveis ergonômicos:

  • Norma NBR 15786 – Móveis para escritório –  (teleatendimento, call center e telemarketing)
  • Norma NBR 13961Móveis para escritório – Armários
  • Norma NBR 13962 – Móveis para escritório – Cadeiras
  • Norma NBR 15761 – Móveis de madeira
  • Norma NBR 13966 – Móveis para escritórios – Mesas
  • Norma NBR 13967 – Móveis para escritórios – Estações de Trabalho

      Mais informações acesse o site: Normas ABNT

Normas regulamentares que se referem a ergonomia e ambiente e vale a pena conferir:

  • NR 17 – Ergonomia
  • NR 18 – Medidas de prevenção
  • NR 24 – Condições sanitárias e de conforto nos locais de trabalho

Atuar juntamente com a CIPA facilita os processos e formaliza as informações de maneira prática.

Ainda que os marceneiros desenvolvam móveis ergonômicos, os colaboradores devem entender tais adaptações estruturais, como se sentar corretamente, ajustar o monitor na altura ideal, utilizar o apoio para os pés etc.

A ergonomia é importante em todos os setores, e o segmento da marcenaria deve estar atualizado quanto as normas.

Como aproveitar estes materiais em seus projetos? Compartilhe suas experiências e práticas, aqui nos comentários e aproveite o nosso grupo do Facebook para se inspirar! Um abraço e até logo.

Aproveite e click em outra matéria relacionada a ergonomia: “Ergonomia é fator chave na hora de projetar um móvel

Comente, sua opinião é bem-vinda!!

Um comentário em “Como fabricar móveis ergonômicos?

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.