Móveis ao alcance de todos

Móveis ao alcance de todos

Em nosso bate papo de hoje vou falar de uma questão que está cada vez mais em evidência, seja para garantir o conforto do cliente, seja para atender às normas técnicas: a ergonomia dos móveis.

A residência é um ambiente particular, local que reflete a personalidade do morador, estabelece suas necessidades e busca sua identidade e conforto.

Toda residência deve ser acessível quanto à circulação, aproximação e alcance de uma pessoa com necessidades específicas.

Primeiramente, é preciso avaliar os espaços indispensáveis para locomoção dos idosos, cadeirantes e pessoas com necessidades especiais, e depois criar móveis que se adaptem a cada necessidade, sempre pensando no conforto e na segurança.

Na medida certa

Em seu projeto estipule junto ao seu cliente padrões e medidas necessárias para o cadeirante;

Relacione a altura e a profundidade dos móveis para facilitar o alcance manual dos idosos ou portadores de necessidades especiais;

Garanta flexibilidade de uso e crie móveis multifuncionais que permitam baixo esforço físico;

Atente-se ao tamanho e ao espaço dos móveis de forma a garantir a aproximação total do usuário. Há muitas ferragens que propiciam a abertura completa de gavetas e portas, por exemplo;

Evite gabinetes e colunas sob os lavatórios, é preciso ter livre o espaço inferior para que a cadeira e suas pernas possam se adequar ao ambiente;

Para evitar acidentes opte por móveis sem quina e fixos no chão;

O uso de puxadores também facilita o acesso do usuário a seus móveis.

Para manobrar uma cadeira de rodas numa rotação de 360º, por exemplo, é necessário um diâmetro de 1,50m.

Estas são dicas importantes para você atender por completo as necessidades de seus clientes, sejam elas estéticas ou funcionais.

E você tem alguma outra dica? Mande pra gente!

Postaremos aqui.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.