Dicas valiosas de como lixar a madeira: Utilize a lixa certa para cada etapa.

Qual lixa escolher e como utilizar?

Móveis perfeitos contam com um processo de produção e acabamento eficientes, e claro, a utilização da lixa certa.

Uma das etapas que impacta diretamente na percepção do acabamento está relacionada ao lixamento da madeira.

https://bit.ly/2MtNhWE

Gostaria de dividir com vocês algumas dicas acerca do lixamento da madeira e como utilizar as lixas.

O lixamento da madeira é imprescindível, acabamentos perfeitos só serão possíveis com processos eficientes.

Aparentemente parece um processo árduo e demorado, mas seguindo estas dicas você poderá poupar tempo nas etapas, obter maior organização e sem perder na qualidade.

Primeiro vamos entender como funciona o sistema de numeração das lixas.

Toda lixa tem uma numeração no verso, é a indicação do grão.

A medida que está numeração diminui, mais abrasiva ela é.

Logo, uma lixa com a numeração 150 é mais fina que uma de 60. Ou seja, quanto menor a numeração, mais grossa é a lixa.

Escolha a lixa correta:

Para iniciar o lixamento certifique-se que a superficie encontra-se sem óleo ou resíduos.

Comece com a lixa mais grossa.

Podemos seguir a seguinte regra para saber qual será a próxima lixa:

Número da lixa, mais a metade deste número –> 100+50=150

Se caso não existir o grão com o resultado na numeração, utilize a numeração mais próxima do resultado. Exemplo:

Se você começar com a lixa 100 suba para a 150, após (150+75= 225) 225 não existe, utilize a 220.

Lixamento

  • Lixa grossa primeiro (quando necessário);
  • Atente- se ao sentido dos veios da madeira, esse será o sentido em que o lixamento deverá acontecer;
  • Tenha um protótipo, o exemplo de resultado, uma foto, ou mesmo uma madeira, com o resultado que você deseja obter.
  • Lixe com leveza, é um trabalho artesanal, sem agressividade o resultado será muito melhor;
  • Mantenha o mesmo ritmo e também força em todo processo;
  • Para finalizar, utilize a lixa com a numeração maior, de acordo com o resultado que você deseja obter, por exemplo: A lixa 320 oferece uma superfície lisa e uniforme;  
  • Após o processo de lixamento, utilize a cera carnaúba, caso você for trabalhar com processo de aplicação de cera. Produto com valor acessível e de excelente resultado;
  • Existe uma lei para acabamento, se caso você trabalhar com cera, não utilize verniz, e vice-versa.
  • Realize o polimento com uma flanela.

Normalmente não conseguimos resultados perfeitos de cara, mas pratique, pratique e pratique!

Afinal, é um trabalho artesanal, que exige riqueza nos detalhes.

A força e a pressão motora são alinhadas a medida que você pratica. Com o tempo você acerta a mão…

Qual processo de lixamento você tem utilizado?

Conte pra gente!

Cortar chapas de MDF sozinho…

É possível?

Existem rumores, que a esquadrejadeira permite realizar cortes de chapa sozinho, ou seja, possibilita diminuir os custos com mão de obra, sem perder na produtividade.

Uma máquina de corte como uma esquadrejadeira não é barato, e existem alguns modelos no mercado que variam de R$ 2.000,00 a R$30.000,00.

O padrão de dimensões de chapas de MDF é de 2,75 x 1,83, sabemos que, de fato, é um produto pesado para uma pessoa carregar sozinha, confira o peso e suas espessuras abaixo:

Espessura Kg
3 12,8
6 23,5
12 45,3
15 55,8
18 66,1

Complicado imaginar como o marceneiro pode realizar o corte sozinho de chapas tão pesadas. Mas, resolvi buscar mais informações e encontrei dados interessantes…

A esquadrejadeira é a máquina dos sonhos de muitos marceneiros.

Possui alto desempenho e oferece produtividade.

Favorece as etapas dos processos, gera economia de tempo, agilidade, alta precisão, tanto no ajuste, quanto no corte.

A Baldan oferece um dos mais atraentes modelos do mercado.

Modelo SE3200

Possui diâmetro de Serra de 400mm

Diâmetro de Serra Riscador de 101,6mm

Rotação do Eixo de Serra 3200/4000/6000

Mesa com dimensão 420×3200

https://www.baldan.ind.br/conteudo/serra-esquadrejadeira-de-precisao-com-braco-articulavel-se-320042.html

Permite trabalho com madeiras mais duras, através do motor de 7,5 CV.

Com seu alto desempenho, podemos defini-la como uma máquina de corte altamente produtiva.

Mas será que o marceneiro pode realmente realizar cortes sozinho com a esquadrejadeira?

Realizei algumas pesquisas e acho possível sim!

Porém, além da esquadrejadeira, você irá precisar de acessórios:

Como um carrinho que possibilita a movimentação da chapa e algumas adaptações e encaixes.   

Encontrei um vídeo postado pelo
Marcos Felipe Moraes
Publicado em 3 de jul de 2017


Cortando chapa sozinho na esquadrejadeira

Claro, o processo talvez não seja tão rápido…

Entretanto, acredito que é um investimento interessante, vejo como uma possibilidade para aqueles que podem investir um pouco mais.

E você, o que acha da máquina?

Você tem uma?

Consegue cortar madeira sozinho?

Conte pra gente!

Expor Revestir 2019

Confira o futuro da arquitetura e construção!

Expo Revestir é como se fosse a “S.P.Fashion Week” embora, seu foco seja Arquitetura, Design e construção.

Ocorre de 12 a 15 de março das 10:00 às 19:00 horas, no espaço Transamérica, Expo Center na Cidade de São Paulo.

É de fato, uma das mais importantes feiras do segmento, apresenta novas tendências do universo da construção, arquitetura e design.

Visto que, uni profissionais de diferentes áreas, promovendo as apostas das marcas para o futuro e ainda é cenário para grandes negócios. 

Em sua 17º edição, conta com ambiente inovador e estimulante. Com o intuito de explorar as sensações de cada um dos visitantes.

Estão presentes mais de 250 marcas, e os dois primeiros dias, 12 e 13 esta mais relacionado a negócios, com o intuito de estreitar parcerias e influenciar no Network.

Nos dias 14 e 15, em suma, oferecem as tendências futuras para os visitantes.

Estes são os chamados, “Dias criativos”, portanto, abordam as Ideias, expectativas, ações, tecnologias e novos mercados.

Inegavelmente, Designers e arquitetos renomados estarão presentes.

Revestindo o ambiente com ideias criativas e estimulando a imaginação dos visitantes.

A marcenaria, portanto, não poderia estar fora desta!

A Duratex, sobretudo inovando, ela aposta na sustentabilidade, alinhando tecnologia e conforto.

Confira algumas coleções e tendências para 2019:

Portoro – linha Essencial (Ultra Premium):

Mármore preto com veios delicados prateados.

Orion – linha Essencial (Ultra Premium):

Remete ao silestone, logo, um tipo de pedra composta.

Ele pode ser utilizado como uma pedra, pode ser explorado como um padrão de micrografismo, sendo tratado como um unicolor com algo a mais.

Thassos – linha Essencial (Ultra Premium):

Este padrão é um mármore branco com veios acinzentados. Possui uma estrutura bem tradicional de pedra.  

Mint – linha Essencial:

Padrão unicolor. Tom verde claro acinzentado, leve e delicado.

Bolonha – linha Conceito: 

Padrão unicolor, porém, a cor não é chapada. Tem leves nuances de cor, predominando a tonalidade terracota (laranja queimado). A textura da linha Conceito realça as nuances, deste modo, oferece um leve toque de rusticidade.

Yes – linha Trama:

Tecido de tonalidade bege claro.

Prata – linha Essencial:

Padrão fantasia. É um padrão de um aço inoxidável escovado, tonalidade cinza claro. Portanto, pode ser explorado tanto pela linha de ser um metal quanto pelo lado tecnológico.

Steel – linha Essencial:

Padrão fantasia. É um aço corten, substituirá o Rust.

Artesanal – linha Essencial:

Padrão madeirado claro, porém em uma estrutura geométrica.

Confira o site do evento – Expo Revestir – https://www.exporevestir.com.br/

Vamos continuar acompanhando o evento e trazendo as novidades para o ramo da marcenaria.

Não perca!

Click aqui e saiba como cuidar de suas ferramentas e economizar sem perder na produtividade.

Ao Cuidar de sua ferramentas, você gera economia de gastos e melhor performance das dos equipamentos.

Você está cuidando de suas ferramentas?

Boa tarde profissional da marcenaria!!

Me diga, você já guardou sua furadeira cheia de pó, ou mesmo, utilizou sua chave de fenda como alavanca…quem nunca ? :/

Na verdade, suas ferramentas não irão definir sua competência, mas ajudam na economia de tempo e nas etapas dos processos. Devido a isso, elas merecem cuidados especiais.

Afinal, nosso objetivo sempre será economizar nos gastos e influenciar na produtividade!

Primeiramente, a regra é clara:

Utilize a ferramenta da forma correta, para um processo adequado, evite os famosos “gatos”, não improvise!

Manter as ferramentas em ambiente seco, arejado e limpo, aumenta a durabilidade e mantem a eficiência por muito mais tempo.

Acima de tudo, defina o local para armazenar as ferramentas:

  • Armário
  • Mesa
  • Suporte de paredes
  • Prateleira
  • Fuja da umidade

    Ferramentas na marcenaria devem estar longe de umidade.

    Opte por local seco e arejado.

    Mantenha o ambiente sempre limpo, sabemos que, se tratando de uma marcenaria é complicado, mas tente… rs

    Adquira um coletor de pó.

    Ele oferece benefícios para os equipamentos, maquinas, peças e para a saúde das pessoas que frequentam o ambiente.  

    Preventivas:  

    Realize preventivas!

    Preventiva é a manutenção e limpeza periódica de seus equipamentos.

    O interessante da preventiva é que você pode criar um calendário ou cronograma.

    Ele pode ser a cada 15 dias ou 1 vez por semana, quanto menor o tempo, mais eficiente será o processo.

    Nas preventiva você poderá inserir etapas de limpeza, sanitização e lubrificação dos equipamentos.

    Para maioria dos equipamentos você vai utilizar sabão neutro, flanela e lubrificantes.

    Lembre-se, maior cuidado = maior desempenho. Pense na Produtividade 😊

    E você profissional da marcenaria, como tem cuidado de suas ferramentas de trabalho?

    Deixe seu comentário

    Quando e qual Tupia comprar?

    Precisa Comprar uma Tupia ?

     

    Olá profissional da Marcenaria!

     

    Foi essa a pergunta que fizeram para mim ontem, me pegaram de surpresa, Segue abaixo minha resposta…

    A Tupia Proporciona melhor acabamento nos projetos.

    Tupias são ferramentas fantásticas, oferecem acabamentos otimizados na madeira e eficiência nas etapas do projeto.

    Realizam cortes também, é um produto flexível e eficiente.  

    Possuem a função de remover madeira em movimentos laterais ou não.  

    Para escolher sua tupia, primeiro avalie o que você irá fazer com ela.

    Se você está iniciando no ramo da marcenaria, essa avaliação é necessária para evitar gastos.

    Primeiramente adquira pratica no ramo, após isso compre sua tupia.

     

    No mercado encontramos 2 tipos de Tupias:

     

    Tupia Laminadora:

    Para um início, ela está de bom tamanho.

    Ela faz o acabamento nas bordas e refila laminados.

     

    Tupia De Coluna:

    Oferece maior variedade de movimentos.

    Sem contar sua potência, muito maior que a Laminadora…

    Geralmente utilizada em trabalhos mais pesados, madeira mais densa, 

    Em um mundo ideal, possivelmente, para a maioria, ter os dois tipos seria mais interessante.

    Mas volto a dizer, o valor da tupia não é baixo, é um produto relativamente caro.

    Pense bem, e pergunte a si mesmo:

     

    • Qual será a finalidade da Tupia?

     

     

    • É realmente necessário adquirir uma?

     

     

    • Vai utilizar o equipamento com frequência?

     

     

    E você, quando comprou sua primeira Tupia, divide com a agente o que você pensa sobre essa incrível ferramenta :)

    Até logo!

    Que tal dar uma checada nestas dicas de móveis e ergonomia, basta clicar no link abaixo : )

    https://bit.ly/2OUJLSI